Últimas palavras de Arthur Cravan

arthurcravan

“Senhores Poetas
Enfiem os vossos sonetos pelo cu.

Grato”

Arthur Cravan (1887-1918)

Anúncios