um livro sobre sexo apresentado pelo “líder” da oposição

eles-1

perder a noção do ridículo é perder o respeito por si próprio. passos coelho já perdeu, como político (caído de pára-quedas na cena nacional), as duas coisas, para além do respeito da maioria dos cidadãos do país.

desconhecemos, ainda, o conteúdo de um livro anunciado com pompa e alguma circunstância. um livro escrito por um arquitecto que chegou a director de jornais e que pretende, agora, lançar-se no campo do mexerico sexual nesse terreno pantanoso que é a política.

a “obra literária” anunciada será apresentada por passos coelho…(!?)

daí se infere que o apresentador está acima de qualquer mexerico sexual (estará?).

daí se infere, também, que o ex-governante não tem qualquer pecadilho ou é imune a qualquer “distúrbio sexual” apontado pelo “grande investigador e denunciante dos pecados mundanos” – e por arrastamento, todos os políticos do anterior governo devem estar imunes a qualquer prática imoral. uma vez que todos eles são tementes a deus (mesmo os mais suspeitos).

e, não será de excluir que o livro tenha sido encomendado. que o livro seja ou venha a ser arma de arremesso à actual oposição (um golpe baixo) para quem não conseguiu, no campo do debate dito democrático, levar as suas argumentações avante.

eles_n

claro que os advogados deste país estão já disponíveis para servir os prevaricadores (imorais) denunciados pelo arquitecto escriba. e a igreja católica irá ampliar os espaços de confissão em todas as capelas e catedrais.

é obvio que não sabemos do conteúdo e tão pouco viremos a saber, uma vez que há coisas mais importantes para fazer e ler.

coerência política, sempre!

coerência política, sempre!

p-passos

e ele, enquanto líder do partido que é dele, não pôde deixar de sublinhar o grande empenho (dele e de sua ex-ministra das finanças) na luta pela libertação da pátria das influências nefastas dos comunistas, socialistas, bloquistas e outros “istas” – os quais, note-se, têm trilhado um caminho comum, um continuado diálogo político e uma colaboração concreta em áreas estratégicas que mais tarde ou mais cedo destruirão as bandeirinhas que orgulhosamente, ele e seus companheiros de luta, exibem nas golas dos seus casacos de linha italiana.

p-pcoelho

– “ele é um liberal. ele vai por isto na ordem. ele escolheu para a educação um crítico, um homem competentísimo! quê?… neo-liberal? isso não existe nem nunca existiu. eu vou apoiá-lo. seguramente!”

disse-nos um ex-comunista e ex-socialista hoje um incondicional coelhista.

pombo

– “quero reafirmar aquilo que venho dizendo há muitos anos. temos de aprender a cagar em cima das pessoas certas!”

disse-nos um pombo lisboeta.

señor… barroso

barroso

JUNTO a la isla cercada
(casi) siempre sopla un mata-vacas que enloquece.
El anfitrión dos Açores ofrece argumentos bélicos a aquellos que no sienten más aprecio/dolor que el petróleo abundante o escaso. Ahora es un animal resbaladizo (enguia) al asalto de instantes de oro amarillo y negro. Un animal de sombra que en los muros se espesa como un antiguo/nuevo delito. No dejemos que prosiga su quehacer el animal silente que a ciegas nos conduce hacia el abismo.

16-3-2013
08-7-2016
Santiago Aguaded Landero

última hora: este ano no dia de camões…

é nosso dever informar – com verdade – os nossos concidadãos. em vésperas de mais um dez de junho, confirmámos e podemos adiantar:…

última hora

finalmente a pátria de camões irá condecorar os seu heróis. 

o povo exige e o que o povo exige, será cumprido.

assim será. e sua excelência o presidente de todos nós, votantes, cumprirá (como é seu dever) a vontade popular.

1º um colar de ouro da ordem de cavalaria “bravos e destemidos lusitanos” e o titulo republicano de comendador para o nosso herói nacional

o qual cometeu este feito exemplar:

“Membro da troika roubado no elétrico 28

Ladrão escapou sem que o economista Albert Jaeger tenha percebido”

 

“Carteirista assalta economista da troika

Q-Vitima 1

a dita “vítima”

Albert Jaeger, economista austríaco do Fundo Monetário Internacional (FMI) residente em Lisboa, foi assaltado por um carteirista quando passeava de eléctrico.”

 

Carteirista português vai ao bolso da troika

Q-argumento

O austríaco Albert Jaeger, representante do Fundo Monetário Internacional (FMI) a viver em Lisboa desde Outubro, ficou sem a carteira no eléctrico 28, enquando viajava com vários turistas até ao Castelo de São Jorge.

___________

2º colar da ordem dos grandes piratas “d’aquém e d’além mar” para a Senhora D. Quina com direito a aposentação equivalente ao cargo de presidente da república

QUINA1

D. Quina – “um exemplo maior…”

pela sua larga experiência e exemplo (pedagógico) para os mais novos

 

“Quina”, a mais velha carteirista do país, voltou a ser apanhada

Desta vez em Amarante, nas festas de junho. A vítima queixou-se à GNR e, depois de uma perseguição por entre a multidão, os militares encontraram a mulher que acabou, mais uma vez na esquadra. No mês passado, tinha sido condenada a pena suspensa naquela que a juíza disse ser “a última oportunidade”

QUINA2

“Mulher de 85 anos apanhada a roubar… outra vez. Quina tem um longo currículo. Uma mulher de 85 anos foi apanhada a roubar pela polícia. Tudo ocorreu terça-feira, durante o cortejo da Queima das Fitas, no centro da cidade do Porto.”

 

“Joaquina Gonçalves, apanhada em flagrante a roubar uma carteira na Queima das Fitas do Porto, foi esta manhã condenada a cinco meses de prisão, com pena suspensa por um ano. Juíza avisou a mais velha carteirista do país no ativo que para a próxima fica mesmo detida”

 

“A juíza do Tribunal de Pequena Instância Criminal do Porto alertou Quina, de 85 anos, que ou se emenda ou para a próxima vez que for apanhada a furtar carteiras não haverá contemplações. “Vai-lhe ser dada uma última oportunidade. Por isso, se voltar a praticar crimes, vai mesmo presa”, afirmou a magistrada no decurso da sentença proferida esta manhã”