viva a republica

republica-000

depois do desaire eleitoral onde todos perderam mas todos reivindicam vitória, chegámos ao dia seguinte. àquele dia que (segundo o sub-chefe dum tal páf no seu discurso de “vitória” – cavalgando um submarino e nada devendo à arrogância) “é dia de trabalho” não. não é dia de trabalho. é o dia em que se comemora a implantação da republica (quer o sujeitinho goste ou não).

o campeonato eleiçoeiro chegou ao fim e, hoje 5 de outubro – dia da republica, com a calma qb olhamos para os resultados e concluímos:

– o páf perdeu. perdeu, efectivamente, cerca de um milhão de votos. todavia agitou as bandeiras da vitória e… irá governar (?). ou será, governar-se?

– o ps, espalhou-se de forma estrondosa. mas vai, diz, governar – com a esquerda ou com a direita (tanto se lhe dá).

– o be, único vencedor do campeonato, conseguiu duplicar o número de deputados – já ameaça fazer estragos…

– a cdu, lá conseguiu mais um deputado…

– o pam (essa coisa dos animais, que ninguém sabe se ladra à direita ou à esquerda) ganhou. ficará com um deputado no hemiciclo.

os outros ficaram-se pela campanha. morreram ali. paz às suas almas…

hoje – um soneto republicano

um soneto republicano para hoje.
porque hoje (5 de outubro de 2014) se cumprem 114 anos de um sonho republicano.

soneto-republicano

e… que se cumpra uma república
que cada cidadão seja de facto UM CIDADÃO…!
que os princípios de “liberdade, igualdade e fraternidade” sejam igualmente cumpridos – na prática – não meras palavras inscritas num qualquer papel.

5 de outubro – Viva a republica!

Dia 5 de outubro é o “dia de portugal”

republica-portuguesa

Exigimos, portanto, a reposição do feriado – o qual nos foi retirado por este “governo” à semelhança do que aconteceu anteriormente no regime fascista de salazar

– 5 de outubro de 1143
– 5 de outubro de 1910

Duas datas
Dois marcos da nossa história

– em 1143 foi assinado o tratado de zamora que reconhece a independência da nação
– em 1910 é proclamada a republica (que nos libertou definitivamente dos braganças)

Neste dia 5 de outubro, o de 2014
não só prestamos a nossa homenagem aos dois homens que abriram caminho à mudança eliminando da cena política o rei e o “príncipe herdeiro” – Alfredo Costa e Manuel Buíça
como nos propomos manifestar o nosso descontentamento!

Aceitar a eliminação de um feriado nacional a mando de uma potência estrangeira (IV reich), é uma traição à nossa memória histórica

O 5 de outubro será, para nós também, um dia de luta contra a prepotência e corrupção deste governo!

viva a republica!

“liga republicana 1 de Fevereiro de 1908”