um livro sobre sexo apresentado pelo “líder” da oposição

eles-1

perder a noção do ridículo é perder o respeito por si próprio. passos coelho já perdeu, como político (caído de pára-quedas na cena nacional), as duas coisas, para além do respeito da maioria dos cidadãos do país.

desconhecemos, ainda, o conteúdo de um livro anunciado com pompa e alguma circunstância. um livro escrito por um arquitecto que chegou a director de jornais e que pretende, agora, lançar-se no campo do mexerico sexual nesse terreno pantanoso que é a política.

a “obra literária” anunciada será apresentada por passos coelho…(!?)

daí se infere que o apresentador está acima de qualquer mexerico sexual (estará?).

daí se infere, também, que o ex-governante não tem qualquer pecadilho ou é imune a qualquer “distúrbio sexual” apontado pelo “grande investigador e denunciante dos pecados mundanos” – e por arrastamento, todos os políticos do anterior governo devem estar imunes a qualquer prática imoral. uma vez que todos eles são tementes a deus (mesmo os mais suspeitos).

e, não será de excluir que o livro tenha sido encomendado. que o livro seja ou venha a ser arma de arremesso à actual oposição (um golpe baixo) para quem não conseguiu, no campo do debate dito democrático, levar as suas argumentações avante.

eles_n

claro que os advogados deste país estão já disponíveis para servir os prevaricadores (imorais) denunciados pelo arquitecto escriba. e a igreja católica irá ampliar os espaços de confissão em todas as capelas e catedrais.

é obvio que não sabemos do conteúdo e tão pouco viremos a saber, uma vez que há coisas mais importantes para fazer e ler.

as finanças da nação…

para surpresa do cidadão que aceitou (continua a aceitar) – passivamente – as sugestões do desgoverno da corporação “coelhos, cavacos e portas – sociedade anónima de irresponsabilidade ilimitada”.
para esses…
os que cumprem e solicitam recibos com número de contribuinte, na expectativa de vir a ser contemplado com um BMW (made in germany) no grande sorteio patriótico…
para esses…
… aqui vai uma bela notícia para provar que esta treta – agora – trilha o caminho correcto:

Imagem-finanças 1

entrementes, os mais agradados com este “paraíso governativo”, podem começar a lançar foguetes… o fisco acaba de notificar uma criança de quatro anos!
isso mesmo. e é assim mesmo:… de pequenino…
a criança teria de pagar uma dívida de imposto sobre veículos.
precisamente.
teria de  saldar uma dívida de 55 euros, relativa a um automóvel da marca opel.
a mãe do petiz procurou, na caixa dos brinquedos, pelo tal opel. todavia as buscas foram infrutíferas…
a criança não tem qualquer veículo de marca alemã. é tudo made in china que o orçamento não dá para mais.
daí que a senhora resolvesse ir às finanças garantir que nunca comprou um opel para o pequeno david (com esta coisa do opel, perdeu um dia de trabalho… e preencheu uma porção de papeis – não vá a casa, os bolos, o gato e o cão serem penhorados…)

Captura de ecrã 2015-04-15, às 22.31.06

quem não tem problemas de penhoras é a família espírito santo (vale a pena ter amigos bem colocados – nos governos, nos submarinos…). 
mas…
há coisas que não entendemos muito bem. é o caso da notícia que segue.

então a “comporta” não foi penhorada como a casa daquela senhora que não pagou 100 euros ao fisco? será que os compradores (possíveis) da “comporta” vão ter de pagar os custos do investimento nas finanças (como reza a notícia do correio da manha)?
pelo sim, pelo não… vamos indagar, sobre a “coisa”, junto d’outros blogues mais informados – há por aí uns quantos que gostam muito de coelhos… 

sim, esses devem saber.

Imagem-comporta