ele (também) não se revê neste portugal

port-não revisto

 

em dezembro de 2011, em entrevista ao correio da manhã, passos coelho (o ministro) aconselhava os professores desempregados a emigrar. destinos como angola e brasil eram os sugeridos. dizia, o cavalheiro, que esses países têm necessidades (ao nível do ensino básico e do ensino secundário) de mão de obra qualificada, de professores, de médicos…

médicos… precisamente.

fomos, na passada semana, surpreendidos pela entrevista de um médico saudoso dos tempos coloniais – um tal antónio coelho. e o senhor dr. antónio afirma não se rever neste portugal.

precisamente.

e que tal o senhor coelho (médico) seguir os conselhos do outro senhor coelho, o que tomou conta do barco que o sr. coelho (médico ) não se revê?

emigre senhor doutor.

emigre…!

angola precisa de mão d’obra qualificada e, ao que parece, o doutor conhece bem o país.

_________

para melhor compreensão do post, sugerimos consulta ——> aqui: diariodigital.sapo.pt/news.asp?id_news=693711

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s