ODE COM O FARDO

em-voo

Imensa liberdade nos concede o caos
Arranca de nossas cabeças o ridículo dos chapéus
espalha os nossos medos as nossas ambições o nosso ouro
pelos quatro cantos do mundo

Largas portas nos abre o caos
contanto que não durma em nossas soleiras
que não nos convide para um passeio
que permaneça contido entre dois pensamentos
entre duas linhas riscadas no chão.

renato suttana